quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Se Permita...



Se permita voar para bem longe
como um pássaro voa em busca de novos horizontes
em busca de sua felicidade, não temas
aos maus ventos, apenas voe sem perder seu rumo.

Pois em qualquer parte do caminho não importa
se fácil ou difícil não importas quantas vezes caia
ou quantas vezes erre seu pouso
suas asas sempre serão forte o suficiente
para um novo recomeço.

Não julgue tudo por perdido
veja o mundo do alto com olhos curiosos
nunca se deixe levar pelas promessas fáceis
de felicidade...

E se por acaso se deixar levar
saiba o ponto de recolher suas asas
para voar em nova direcção
porque nunca é tarde para mudar nossos
destinos, suas asas jamais fraquejaram
diante de sua grande vontade.

Nada é mais forte do que desejas
e quando sentires que sua energia se esgotara
olhe para o lado, e verás que sempre
haverá um alguém cuidando de você.
 
Quando estiveres cansado de voar
ou fragilizado por sua luta contra os ventos traiçoeiros
é só olhar para o lado e perceberás
que SUA liberdade SUA felicidade
sempre estiveram ao seu lado sem cobrar nada
apenas a sua espera.
E neste momento pare de voar
e se permita a LIBERDADE a FELICIDADE...

Nem todos caminhos ou escolhas são fáceis de ser tomadas
que bom se a vida fosse como uma receita de culinária
contendo todas dosagens e ingredientes, então como não
existe formulas mágicas nos permitimos errar e seguir adiante
mas de uma coisa tenho certeza e aposto que tu também.
 
Tu podes temperar a vida a seu modo...
Acredite no seu potencial sempre...
não se preocupe em agradar paladares alheios
adoce seus lábios corra atrás daquilo que acreditas.
 
Conserve amigos verdadeiros
para que no final possa abraça-los
e comemorar sua vitória!!!

by Juci Diass

7 comentários:

Cecilia sfalsin disse...

Ei Juci,

Amiga que linda poesia,podemos viver nossos sonhos, podemos atravessar oceanos, podemos amar, podemos ir além se nos permitirmos...Tudo depende de nós mesmo, do nosso querer, do nosso reagir , da nossa coragem de alçar voos....Amei ..muito lindo..

Beijos

Valéria Mello disse...

E é neste final, quando paramos pra pegar folego e recomeçar, que o abraço se faz força. E mesmo quando partimos, sem saber se vamos voltar, o abraço vai no peito de quem foi e se aninha em quem ficou. E isto, querida Juci, faz toda diferença.

Grande abraço pra vc!

Valéria Braz disse...

Oi Zoião azul... quanto tempo! Que saudade de você!
Ando tão afastada e sempre que dou uma passadinha nunca vejo notícias suas... mas hoje que tenho mais tempo resolvi passar no seu blog e encontra esta maravilhosa poesia...
Não existe bem maior que nossa capacidade de superação e colocar essa capacidade em palavras tem um significado especial.... a força da descoberta da vida e da força de viver!
Amei... lindo demais!
Beijo no coração

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
mundo virtual disse...

Oiii Amiga e vizinha de porteira que mora no meu coração vim matar as saudades do seu maravilhoso espaço e ler esse poema lindo,escrito com palavras que com vem do coração,voar,voar... sem medo de errar ou se machucar,quem voa e tem bons e verdadeiros amigos sempre tem alguém para amparar na hora da pior queda!!
Já estava com saudades de você guria
Beijão amiga!!

CharlesNetto disse...

Obrigado pela partilha de belo post que nos da assim ótimos conselhos e nos instiga a nos permitir viver bem a vida e anda reescrevo aqui sua belíssima conclusão assim: "Conserve amigos verdadeiros
para que no final possa abraça-los
e comemorar sua vitória!!!

by Juci Diass, minha grande amiga"

Rike disse...

Olá, Jucifer!
Tanto tempo, a roupa mudou, mas o conteúdo continua ótimo!
Bjs!
Rike.

Postar um comentário