sexta-feira, 4 de maio de 2012

Sinto Muito


Sinto muito por me perder em ti
Por deixar este amor ser maior 
Do que deveria ser
Devolverei seu coração
Para amanha deixar de ser eu 
Levando dentro do peito o mesmo desejo
Que arde chamando por você
Ainda sonho com seu beijo
Entrego-lhe meu destino,
Na esperança que me faça 
Novamente sorrir,
Me livre desta maldição
Sem dimensão...
Sem compreensão
Amor de palavras, cruel
Que não pode ser preenchido
Nascido de uma obsessão.
Amor sentido sem sentido
Lágrimas eternas brotaram 
Ao recordar do quanto era tão sua
E você tão meu...
Neste dia silencioso
Lhe guardarei eternamente 
Em minha alma.
O céu vermelho denuncia 
Nosso amor morreu
Não espero mais nada
De seu coração que não sabe amar
Pobre de mim, sem você
Pobre de mim, sem sonhos
Pobre alma que suplica o amor
Pobre de nós...
Apenas um amor que não ressuscitou

By Juci Diass

"Nada estará perdido para sempre
Memórias ficarão e acharão seu próprio caminho
Tudo o que vai, volta
Não negue seus medos
Então deixe-os ir e desmanchar-se em luz
Desista da luta aqui

Mais uma vida para viver por mim..."

(Epica)




Convido a conhecerem minha página no Facebook: http://www.facebook.com/BahGuriaFaceira

12 comentários:

barbvanth disse...

Lindo e profundo!

Adoro Epica, é uma das minhas bandas preferidas.
Beijos

moreijo moreira disse...

Eu não conhecia Epica adorei, sou fã de Enya e Enigma valeu Guria...gostei também do verso mandou muito bem amiga....fuiiiiiii

Valéria Braz disse...

Juci... quanto dor de uma amor que não cumpriu seu destino... mas quanta força em ver e seguir em frente!
Intenso... como você!
Beijo no coração

jjcruz disse...

Juci. Agora me diz: Como se pode comentar uma beleza dessas? Palavras são tão poucas para comentar o que o coração e a alma dizem. Desculpe, mas você foi apena o porta voz dos dois. Lindo. Um beijo poético.

Antonio Carlos Muniz Macedo disse...

Sempre surpreendente !

betinho disse...

É impressionante a capacidade que as palavras tem de nos provocar emoções. não conhecia, gostei viu guriazinha linda bjim

Cores de Zoe disse...

Muito lindo e intenso!
Parabéns, amiga

Van disse...

Maravilhoso poema, poetisa ruiva!

Creio ser dos mais tocantes que você já escreveu.

A dor que não destrói, que lateja mas não impede que se caminhe adiante, como é o destino de tudo.

Vivemos para romper...romper adiante é nossa sina, não importa se sobre relva ou sobre espinhos, sempre rompendo adiante.

Beijos Guriazinha

Pensador Louco disse...

Wow! Estou sem palavras! Maravilhoso poema!

Sissym disse...

Eu sei que amor não correspondido e dolorido rende os melhores contos, poemas e poesias. MAS:
Pobre de mim sem voce e sem sonhos, não!
É assim: azar o seu de não me ter, meus sonhos serão refeitos e serei mais feliz!

Beijinhos

oexcluido disse...

Pobre coração que só quer sentir,
Pobre cérebro que insiste em pensar,
Pobre sentimentos que são aniquilados no meio desta batalha.
Muito bonito
Beijos

Dellone disse...

Simplesmente perfeito!
Parabéns Lady!

Postar um comentário