quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Borboletas... Resposta a um Poeta...


Palavras doces do poeta que me acompanhava 

Que me traziam a tão sonhada calma 

Em meus alegres bater de asas 
Que hoje se sufoca com suas mesmas palavras 
Que me erguiam a cada vôo 
Não percebia a beleza de suas rimas nobre poeta 
Que entraste em minha vida como um encontro marcado 
Ao meu lado... 
Tu com tuas palavras belas falando de amor 
Era a força de meu de minhas asas 
Eu de perto observava cada movimento seu 
A felicidade me abraçava tu eras o meu ser 
Mais amado... 

Mas não me permiti viver seu amor 

Contado em forma de poesia 

Sentido a cada brilho do seu olhar 
Queria apenas voar e encantar a ti com meu brilho 
Mas não me permiti 
Reviver cada palavra de amor a mim dedicada 
Foi tua missão poeta 
Me fazer perceber que as forças 
De minhas asas não estavam contidas apenas em mim 

Hoje sua linda borboleta 

Que ganhou a liberdade... 

Carrega consigo não somente teus poemas 
Pelos campos da solidão 
Minha doce alma de guria 
Se perde numa viagem a sua procura 
E isso me faz pensar... 
Será que ainda lembras de mim?

Onde estará teu pensamento que antes

Andavam ao meu lado, 

E seus olhos para quem brilham? 
Onde estarás tu agora... 
Onde estará teu olhar... 
Lagrimas em meus olhos caem 
Caem a cada canção que embalavam 
Seus versos e alegravam meu vôo 
Ainda procuro a cada nuvem 
Uma mensagem sua

Meu poeta... 

Na esperança mesmo que distante de vê-lo 

Que a distancia que hoje se mantém entre nós

Não seja morte premeditada 
Que o antigo poeta 

Continue levando suas palavras 

Soltas ao vento 
Que eu sua linda borboleta 
Possa simplesmente voltar 
A brilhar voando sempre a seu encontro... 
Para que a esperança perpetue 
Em tua face em minha face 
Que possa lembrar apenas 
Dos seus sorrisos junto ao meu... 

" Meu poeta, me libertaste sem ao menos saber que sua linda borboleta 
Sem suas palavras sem seu carinho não sabes voar. Recolho assim minhas asas..." 




By Juci Diass
Ao som de Sorry  Guns N' Roses 

1 comentários:

Carol disse...

Que linda e triste..Juci..

Postar um comentário