quinta-feira, 7 de março de 2013

Não quer parar...


Antes que sejas tarde
Quero que saibas
Que aqueles versos de amor
Que fiz foram para você
Que toda saudade contada em forma de poesia
Era apenas a fuga para minhas lagrimas
Que exaltadas pediam para morrer
Seu olhar sempre foi a minha mais doce inspiração
A janela para meu mundo
A dose desenfreada de todos meus desejos
Quando penso no gosto de seus beijos
Do sabor que tinha nossos lábios embriagados
Minha alma chora triste repousa querendo morrer
Vejo-me no espaço, opaco.
Perdida, sem seus braços para me acolher.
Quisera eu poder esquecer
De todo entusiasmo das noites que o acaso
Por caso nos envolveu
Das promessas insanas e todos os desenganos
Que o tempo desprendeu
Lembra meu amor...
De toda magia e a insana fantasia
Que foi nosso amor
E não importa se não sobreviveu
Mas sim o que se viveu e ainda vive
Sem querer parar
E para saudade mande um recado
Que ela ainda não lhe esqueceu...

By Juci Diass


1 comentários:

André disse...

Seus poemas são mto sentimentais, gosto bastante! =D

Beijão guria!

Postar um comentário